The Well (filme de 2012)

O poço é um filme dramático argentino de 2012 dirigido por Rodolfo Carnevale e estrelado por Eduardo Blanco , Patricia Palmer , Ana Fontán , Norma Pons e Juan Palomino . O roteiro foi escrito por Carnevale em colaboração com Nicolás Manservigi . Estreou em 19 de abril de 2012.

O filme gira em torno de Pilar, um jovem autista, seu relacionamento com o mundo à sua volta, o plano familiar e o mundo interior dessa síndrome complexa. O diretor do filme tem um irmão autista.

Fundido

  • Eduardo Blanco … Franco
  • Patricia Palmer … Estela
  • Ana Fontán … Pilar
  • Tupac Larriera … Alejo
  • Ezequiel Rodríguez … Román
  • Adriana Aizemberg … Esperanza
  • Norma Pons … Diretor da casa
  • Dora Baret … Amanda
  • Juan Palomino … Martin
  • Gustavo Garzón … Héctor
  • Maite Zumelzú … Rosario
  • Donatella Massa … Sofia
  • Natalia Denegri … Sandra
  • Grisel Polacchi … Roberta
  • Ricky Aiello … Bruno
  • Tiki Lovera … Estátua
  • Norma Argentina … Empregado Román casa

Prêmios

O filme ganhou os seguintes prêmios no Festival de Cinema e Vídeo Independente de Nova York de Nova York em Nova York:

  • Melhor filme de língua estrangeira
  • Melhor Diretor de Recursos
  • Melhor atriz internacional para Ana Fontán
  • Melhor ator internacional para Ezequiel Rodríguez
  • Melhor música internacional original para Pablo Borghi
  • Prêmio do Público

Recepção

Uma das crônicas de A Full Hall disse:

“O espectador tem que saber que ele vai ver um filme à prova de idiotice, um filme que não só não o desafiará, mas o subestimará, o reduzirá, intelectualmente e artisticamente … Sua simplificação, o sublinhado de Obviamente, eles são uma âncora que nunca deixa você tirar … você olha na ficção didática, mas não pare quando você conseguir. Passa de ser didático para ser instrutivo, e lá perde … Talvez o desejo de Carnevale de divulgar sua história jogou contra ele, talvez seja o excesso de simplificação alcançar um público maior, talvez fosse o uso e abuso de ligados e clichês comuns, ou pode ser a soma de todos esses elementos. Pode ter havido muitas causas, mas a conclusão final é que El Pozo falha, ele faz isso do roteiro, da cinematografia, das apresentações.1

Por outro lado, a crítica publicada na The Nation afirmou:

“Deixando de lado o simples melodrama, o cineasta conta uma história de vida que se move, surpresas e conscientizações sem apelar ao golpe baixo e superar todos os clichês e mal-entendidos que a ficção produziu no autismo …. Um elenco de artistas notáveis ​​apoia o enredo … é o trabalho de Ana Fontán que revela em seu personagem autista, algo que faz com enorme convicção e profundidade … uma equipe técnica impecável, o filme consegue excitar e, acima de tudo, fazer entender para o espectador a dor daqueles que devem enfrentar o autismo “. 2

Referências

  1. Voltar ao topo↑ O poço de Tomás Luzzani e Julia Panigazzi.Acesso 24-8-2012
  2. Voltar ao topo↑ O poço do público Adolfo C. Martínez.19 de abril de 2012. Acesso 24-8-2012

Leave a Reply

Your email address will not be published.