Na casa

Em casa ( Dans la maison ) é um filme francês dirigido por François Ozon e lançado em 2012 , baseado na peça The boy da última fila de Juan Mayorga .

Cásting

  • Fabrice Luchini como Germain Germain
  • Ernst Umhauer como Claude Garcia
  • Kristin Scott Thomas como Jeanne Germain
  • Emmanuelle Seigner como Esther Artole
  • Denis Ménochet como Raphaha Artole (pai)
  • Bastien Ughetto como Raphaha Artole (filho)
  • Yolande Moreau como os gêmeos

Liberar

O filme estreou em França em 3 de outubro de 2012 via Mars Distribuição.

Resumo

Todos nós gostaríamos por um momento de intrometer-se em uma casa estrangeira, para penetrar a intimidade de uma família sem que ninguém conhecesse. Na Dans la Maison temos a oportunidade de nos tornar cúmplices de Claude, o espião da casa do “Rapha”.

Tudo começa quando Germain, um professor frustrado de literatura francesa, envia uma escrita de lição de casa a seus novos alunos. Na sua posterior correção, há um que o surpreenda, o do menino da última fila, Claude. Um cara que passa despercebido, mas se destaca da mediocridade de seu curso. Claude, perseguindo a saudade da família que ele não teve, escreve sobre isso de sua companheira Rapha, uma família com a qual ele sempre esteve obcecado e curioso; quer saber como uma família de classe média realmente vive. Tentando evadir sua própria realidade, ele se intromete na casa de seu companheiro com a capa para ajudá-lo com a matemática.

Germain, iluminado pelo talento do menino, se presta a ajudá-lo a melhorar sua escrita, pedindo mais redacções. Claude decide relacionar suas experiências na casa da Rapha, entregando-as à professora como se fosse uma novela serial, o que o faz redescobrir o entusiasmo perdido por sua profissão. As intenções de Claude não são claras, não sabemos o que ele faz exatamente na casa do Rapha ou onde ele quer ir. Nem as intenções do professor, se ele realmente quer ajudar seu aluno na escrita ou se ele está ligado à história de seu aluno e só quer saber o que acontecerá.

Este filme de François Ozon é um filme que está entre o gênero cinematográfico e o literário, tanto pelo estilo como pela evolução das personagens. Nós cruzamos constantemente os limites da realidade e da ficção, chegamos ao ponto em que não distinguimos se a história está acontecendo ou é apenas o resultado da imaginação do protagonista.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *